O poder de Akira

CABRUUUM CONVIDA: MiojoGeek Eu devia ter uns oito anos quando Akira, de Katsuhiro Otomo, chegou à locadora do meu bairro. Lembro-me de assistir e achar irado, apesar de não ter entendido muito bem a trama. O que importava para o pequeno Orlando, era a qualidade da animação, as motos, explosões… Foi o primeiro longa-metragem japonês…