A doçura poética de Manoel de Barros

Já nas primeiras linhas do prefácio do livro Meu quintal é maior do que o mundo, antologia de Manoel de Barros (1916-2014), o leitor conhece um pouco do que se passava na cabeça desse cuiabano de costumes simples, que passou a infância numa fazenda e, depois, num internado até ser matriculado – aos 12 anos…

Três vezes Drummond: um convite para conhecer um grande poeta

Caminhando descontraído e distraído pelas ruas do centro velho de São Paulo, encontro uma enorme tenda que vende livros a preços populares. Com a curiosidade em alerta e amante de promoções, parei para ver quais livros estavam à disposição. Deparo-me com o livro José e Outros, do poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade. Não resisti…

Pablo Neruda, o diplomático poeta que falava de amor

Recentemente, eu, este que lhes escreve, resolvi me aventurar na arte das palavras: me propus a escrever poesias e confesso que é um ato bem prazeroso e libertador. E nesta aventura descobri, por um acaso, uma curiosidade. O grande poeta mundialmente conhecido como Pablo Neruda é meu xará. Vocês conhecem Ricardo Eliecer Neftalí Reyes Basoalto?…