A empatia de Pax reforça nossa natureza interior

Pode até parecer um crime, mas, para mim, Pax foi um daqueles livros que compramos pela capa e só depois nos surpreendemos com sua grandeza interior. Com uma história cheia de delicadezas e emoções (muitas vezes esquecidas por nós), ele acaba nos ensinando sobre primeiras impressões, lealdade e determinação. É um dos poucos livros que li que mostram realmente o que é empatia sem deixar dúvidas de sua importância para a construção das relações que temos com o outro.

Pax Cabruuum (2)

Na história, Peter, um menino de 11 anos, se vê obrigado a abandonar sua raposa de estimação (Pax), que está com ele desde que era muito pequena, devido à guerra que se aproxima, mas, quando se dá conta do quanto isso foi errado, já é tarde demais e ele está muito longe. Isso, no entanto, não é razão para desistir de reencontrá-la e ele parte em uma longa jornada para resgatá-la. Do outro lado dessa história está Pax, que precisa aprender a confiar em seus instintos para ir atrás de Peter enquanto descobre ser uma raposa livre em um mundo onde os homens são os verdadeiros selvagens. Ambos encontraram novos personagens que vão lhes mostrar novas perspectivas da vida e da guerra, personagens que vão fazer com que eles cresçam – e acredito que quem leia também.

Com uma história bem contada e com fortes personagens, é quase impossível achar algo que não me agradou.  Avaliando de forma mais profunda, um personagem acabou sendo pouco explorado pela autora, o pai. Nada que mude a importância da história, mas que talvez trouxesse algum complemento para o seu significado. Para falar sobre o comportamento das raposas, a autora pesquisou muito sobre elas, trazendo um tom de veracidade e também de sua paixão por elas.

Livros são pequenas caixas com grandes surpresas e ler Pax me fez ter esta certeza. Não é um livro com uma história de amor avassaladora, uma biografia de um herói ou qualquer outra coisa fenomenal. Pax é sobre um menino e uma raposa, é sobre a natureza, mas não a exterior, é sobre a nossa natureza interna e o quanto ela é forte e devastadora, atingindo tudo ao nosso redor.

Pax Cabruuum (6)

Abaixo, um trecho da autora Sara Pennypacker sobre Pax, seu primeiro romance publicado no Brasil:

“Pax é o livro da minha vida. É o que eu provavelmente mais me orgulharei de ter escrito e com certeza foi o mais desafiador até hoje, desde a primeira semente de sua lenta germinação. Durante muitos anos, nutri o desejo de escrever a respeito das coisas terríveis pelas quais as crianças passam em nome da vergonhosa guerra. Ao mesmo tempo, também cultivava a vontade de escrever algo que celebrasse o glorioso vínculo de empatia que as crianças formam com os animais, mesmo os selvagens. A beleza deste tipo de relacionamento sempre me comoveu.

Então, seis anos atrás, alguém fez um comentário fortuito que me levou a unir os dois projetos. Construir a estrutura da narrativa dupla e testar os animais que se apresentavam em busca do papel principal levou um ano inteiro, depois levei mais quatro para escrever. Dado o território emocional em que se estende o enredo, foram muitas lágrimas derrubadas no teclado, mas, ao relembrar aquela época, vejo que nunca me senti tão feliz em ser escritora.

Agora que Pax está chegando às livrarias do mundo inteiro, estou repleta de expectativas. Um livro é a primeira fala de uma conversa, e espero que se sigam muitas vozes, das mais variadas origens, da maior quantidade possível de idiomas. Quais são os verdadeiros custos da guerra? Vale a pena? Como atingir um equilíbrio entre nossas naturezas selvagem e dócil? Como abrir mão de algo que amamos? Estas foram perguntas que surgiram para mim, e espero que outras mais surjam para você.

E tem mais uma coisa. Depois de ler Pax, se algum dia encontrar uma raposa, espero que pare o que estiver fazendo, olhe bem dentro de seus olhos selvagens e tente criar um vínculo. Então comece a imaginar…”.

Pax Cabruuum (3)


Para quem quiser saber mais:

Sobre a autora:
http://www.sarapennypacker.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s