10ª edição do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte (FIQ) anuncia programação

Entre os dias 30 de maio e 3 de junho, a capital mineira sedia o maior evento latino-americano dedicado ao gênero dos quadrinhos. O Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte (FIQ-BH) vai oferecer ao público cinco dias de programação intensa e totalmente gratuita. As atividades estarão concentradas na Serraria Souza Pinto, mas também serão estendidas a outros três pontos da cidade.

Toda a programação do FIQ-BH 2018 é gratuita e aberta ao público. No entanto, para o acesso a algumas atividades será necessária a retirada de senhas, com antecedência. Os visitantes devem se orientar sobre essas atividades na secretaria do evento, que vai funcionar na Serraria Souza Pinto.

ESPAÇOS DE REALIZAÇÃO

Serraria Souza Pinto
Avenida Assis Chateaubriand, 809, Centro.
Horário de funcionamento: de 30/05 a 1º/06, das 9h às 21h  I   2 e 3/06, das 10h às 21h

  • Auditório Toninho Mendes (abertura oficial debates);
  • Praça de Autógrafos – Álvaro de Moya (sessões de autógrafos);
  • Sala de Oficinas (oficinas básicas);
  • Pavilhão Douglas Quinta Reis (mesas de artistas e estandes);
  • Exposições: “Traçado na memória”, “Nilson – Humor, amor e combate” e “Érica Awano”.

CRJ – Centro de Referência da Juventude (oficinas de formação e Rodada de Negócios)
Rua Guaicurus, 50. Centro.

MIS Cine Santa Tereza (Mostra FIQ de Cinema)
Rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza.

Casa Fiat de Cultura (Exposição “Inarredáveis! Mulheres Quadrinistas”)
Praça da Liberdade, 10, Funcionários.

header-1

Auditório Toninho Mendes* (Serraria Souza Pinto)

 

*As sessões do auditório estão sujeitas à lotação do espaço. É necessária a retirada de senha na Secretaria do Evento, a partir de duas horas de antecedência de cada atividade.

Dia: 30/05, quarta-feira

Horário: 10h30
Duelo Hq: Desafio de desenhos com quadrinistas e participação do público.

Horário: 15h
Duelo Hq: Desafio de desenhos com quadrinistas e participação do público.

Horário: 16h30
Abertura oficial

Horário: 18h
Editando quadrinhos no Brasil. Desafios e conquistas no trabalho de editar quadrinhos no Brasil. Com Janaina Luna, Guilherme Kroll, Cecilia Arbolave e Rogério Villela. Mediação de Carol Rossetti.

Horário: 19h30
Quadrinhos e prosa literária. As aproximações e convergências entre a linguagem literária e os quadrinhos. Com Lu Cafaggi, Milena e Lelis. Mediação de Lucas Ed.

Dia: 31/05, quinta-feira

Horário: 10h30
Fronteiras dos quadrinhos: jogos. O mercado de trabalho e o fazer artístico que aproximam os quadrinhos dos jogos. Com Daniel Lima, Mariá e João Victor de Oliveira Rodrigues. Mediação de Filipe Faria Morais.

Horário: 12h
Resistência e feminismo com Claudia Ahlering. A trajetória da quadrinista alemã Claudia Ahlering, autora de Ghetto Brothers. Mediação de Ana Luiza Koehler.

Horário: 13h30
Duelo Hq:  Desafio de desenhos com quadrinistas e participação do público

Horário: 15h
Quadrinhos e representações históricas. Quadrinhos que se passam em períodos históricos falam mais sobre o passado ou sobre o momento em que são produzidos? Bate-papo sobre recriação de época, pesquisa e fidelidade histórica. Com Hugo Canuto, Marcelo D’Salete e Flore Balthazar. Mediação de Ana Koehler.

Horário: 16h30
Lugar de fala e criação de personagens. Como contribuir de forma construtiva para a melhor representatividade de pessoas e o respeito às vivências de grupos sociais, na criação de personagens e narrativas.  e respeito às vivências de grupos sociais. Com Ellie Irineu, Robson Moura, Lila Cruz e Gauthier. Mediação de Carol Rossetti.

Horário: 18h
Bate-papo com Érica Awano. Bate-papo sobre a vida e carreira da quadrinista homenageada do FIQ 2018, Érica Awano.  Mediação de Germana Viana e Carol Rossetti.

Horário: 19h30
Clichês, estereótipos e outras armadilhas. Produzindo quadrinhos originais e representativos: uma conversa sobre a importância de fugir do lugar comum tanto na construção de narrativas quanto no desenvolvimento de personagens. Com Mylle Silva, Aline Lemos e Cadu Simões. Mediação de Luis Felipe Garrocho.

Dia: 1º/06, sexta-feira

Horário: 10h30
Fronteiras dos quadrinhos: Cinema de Animação. O mercado de trabalho e o fazer artístico que aproximam os quadrinhos da animação. Com Dika Araujo, Davi Calil, Cris Eiko e Leo Finnochi. Mediação de Daniel Werneck.

Horário: 12h
Quadrinhos experimentais. Os quadrinhos são uma linguagem, e não um gênero literário. Então quais são os elementos que definem o que é, e o que não é uma história em quadrinhos? Velhos dilemas são revisitados e renovados em obras que exploram os limites dessa forma de arte.  Com Paula Puiupo, Lucas Ghere, Guazelli e PôLly. Mediação de Julhelena.

Horário: 15h
O que é (e o que não é) mangá brasileiro. Os quadrinhos japoneses conquistaram o mundo, e hoje existem artistas das mais diversas nacionalidades fazendo mangá dentro e fora do Japão. Como funciona isso na cabeça de quem faz e lê quadrinhos japoneses feitos no Brasil? Com Dharilya, Virginia Froes, Everaldo Valdo. Mediação de Hilton Rocha.

Horário: 16h30
Quadrinhos e divulgação científica. As potencialidades da linguagem dos quadrinhos no trabalho de divulgação das ciências no Brasil e no mundo. Com Marco Merlin, Ricardo Tokumoto e Ana Koehler. Mediação de Luciano Queiroz.

Horário: 18h
Bate-papo com Dave MacKean. Bate-papo com o quadrinista britânico Dave McKean, autor de Black Dog, Asilo Arkham, Mister X, John Constantine, Violent Cases, Sandman, Orquídea Negra, Monstro do Pântano, Voodoo Lounge. Mediação de Daniel Werneck.

Horário: 19h30
Quadrinhos de terror. Este gênero já foi um dos grandes expoentes dos nossos quadrinhos, lançando grandes nomes e praticamente alicerçando toda a produção nacional. Qual a importância e o legado deixado pelo terror nos quadrinhos brasileiros? Ainda é um gênero apreciado por leitores e autores? Com Cida Godoy, HIlton Rocha. Mediação de Daniel Werneck.

Dia: 2/06, sábado

Horário: 10h30
O Herói ontem e hoje. Análise sobre as mudanças na criação dos heróis dos quadrinhos da década de 30 até os dias de hoje. Com Rogê Antônio, Carol Cunha, Adriana Melo e Eduardo Pansica. Mediação de Marcio Fiorito.

Horário: 12h
Narrativas visuais. O processo de escrita dos desenhistas, ou como os quadrinhos são criados diretamente na página sem um roteiro “cinematográfico” antes Roteiro e desenho – diálogos possíveis. Com Eloar Guazzelli, Mika Takahashi, Jefferson Costa e Newton Foot. Mediação de Vitor Cafaggi.

Horário: 13h30
Duelo Hq: Desafio de desenhos com quadrinistas e participação do público

Horário: 15h
É quadrinho ou ilustração? Uma discussão sobre as fronteiras entre quadrinhos e outras narrativas visuais. Com Troche, Gidalti, Gabriel Nascimento e Mariamma. Mediação de Laz Muniz.

Horário: 16h30
Quadrinhos italianos – a trajetória da Bonelli. A maior e mais bem sucedida casa de quadrinhos populares da Europa, criadora de Tex, Nathan Never, Dylan Dog, Julia, Ken Parker… Um bate-papo com quem conhece a Bonelli por dentro! Com Mario Alberti. Mediação de Sidney Gusman.

Horário: 18h
Para além do entretenimento: os quadrinhos como discurso político, didático e ideológico. A narrativa gráfica se presta a uma grande multiplicidade de interpretações. De que forma essa incrível característica foi e é usada como ferramenta para discussões políticas e ideológicas. Com Luiz Gê, Alves e Nilson. Mediação de Fabiano Azevedo.

Horário: 19h30
Bate-papo com Zerocalcare. Bate-papo com o quadrinista italiano Zerocalcare, autor de Kobane Calling. Mediação de Fabiano Azevedo.

Dia: 3/06, domingo

Horário: 10h30
Estou começando. As expectativas, dificuldades e desafios de quem está começando a produzir quadrinhos. Com Alec, Rafael Torres, Hyna e Laura Ribeiro. Mediação de Val Armanelli.

Horário: 12h
O real e a ficção nos quadrinhos. Qual a liberdade do autor ao contar uma biografia? Existem limites? Com Samanta Floor, Cynthia Bonacossa, Brenda Costa e PowerPaola. Mediação de Rebeca Prado.

Horário: 13h30
Duelo Hq: Desafio de desenhos com quadrinistas e participação do público

Horário:15h
Fronteiras dos quadrinhos: Grafitti. De Keith Haring a Banksy, são tantos os consagrados artistas ditos “grafiteiros” cujos trabalhos se apropriaram, de algum modo, de elementos dos quadrinhos… Qual a interseção possível entre essas duas formas de arte? Com Prisca Paes, Paula Puiupo e Binho Barreto.  Mediação de Piero Bagnariol.

Horário: 16h30
Processo colaborativo. A importância do processo colaborativo na produção de histórias em quadrinhos. Com Carina Cardoso, Katia Schetini, Cris Seixas e Julio Ferreira. Mediação de Regis Luiz.

Horário: 18h
Quer ser universal? Cante sua aldeia. Os quadrinhos como registro gráfico de época, de lugar e de contexto sociopolítico: a importância do olhar autoral nativo ao retratar os fatos e a história de sua comunidade. Com Rafael Torres, Ina Gouveia e Pablo Casado. Mediação de João Belo.

Praça de Autógrafos – Álvaro de Moya (Serraria Souza Pinto)

Atenção: algumas sessões de autógrafos requerem retirada de senhas com duas horas de antecedência. Consulte a Secretaria do Evento.

Dia: 31/05, quinta-feira

Hora: 11h
Mesa 1:  Ellie Irineu
Mesa 2: Hugo Canuto
Mesa 3: Milena Azevedo
Mesa 4: Robson Moura

Hora: 13h
Mesa 1: Jonnhy Jota (Alec)
Mesa 2: Érica Awano

Hora: 15h
Mesa1: Lila Cruz
Mesa 2: Vitor Cafaggi
Mesa 3: Mario Alberti
Mesa 4: Sunça

Hora: 17h
Mesa 1: Marcelo D´Salete
Mesa 2: Mylle Silva
Mesa 3: Flore Balthazar
Mesa 4: Rafael Torres

Hora: 19h
Mesa 1: Gauthier
Mesas 3 e 4: Alexandre Cardoso, Virginia Froes e Marismar Borém

Dia: 1º/06, sexta-feira

Hora: 13h
Mesa 1: Dika Araújo
Mesa 2: Dan Aroeira
Mesa 3: Dave McKean

Hora: 17h
Mesa 1: Lucas Ghere
Mesa 2: Dharylia
Mesa 3: Desy017

Hora: 19h
Mesas 1 e 2: Cris Eiko e Paulo Crumbim
Mesa 2: Leo Finocchi
Mesa 3: Will Conrad
Mesa 4: Davi Calil

Dia: 2/06, sábado

Hora: 11h
Mesa 1: Gidalti
Mesa 2: Mario Alberti
Mesa 3: Chantal

Hora: 13h
Mesa 1: Adriana Melo
Mesa 2: Rogê Antônio
Mesa 3: Flore Balthazar
Mesa 4:  Gauthier
Mesa 6: Dave McKean

Hora: 15h
Mesa 1: Newton Foot
Mesa 2: Guazzelli
Mesa 3 e 4: Jefferson Costa e Rafael Calça
Mesa 5: Mika takahashi

Hora: 17h
Mesa 1: Zerocalcare
Mesa 2: Troche
Mesa 3: Alexandre Tso
Mesa 4: Lelis
Mesa 5: João Marcos

Dia: 3/06, domingo

Hora: 11h
Mesas 1 e 2:  Jefferson Costa e Rafael Calça
Mesa 3: Zerocalcare
Mesa 4: Luiz Gê
Mesa 5: Pablo Casado
Mesa 6: João Marcos

Hora: 13h
Mesas 1 a 6: MDM – Melhores do Mundo

Hora: 15h
Mesa 1: Brenda Costa
Mesa 2: Cadu Simões
Mesa 3: Cynthia Bonacossa
Mesa 4: Powerpaola
Mesa 5: Paula Puiupo
Mesa 6: Samanta Floor

Sala de Oficinas (Serraria Souza Pinto)

Oficinas básicas

A inscrição para as oficinas básicas será feita na Secretaria do FIQ, a partir de uma hora de antecedência do início da oficina.

Chibi – Mangá. Professora: Virginia Froes e Claudiney Almeida.
A oficina “Construindo heróis e heroínas em chibi mangá” é um convite ao aluno para conectar-se consigo mesmo e se conhecer por meio da narrativa dos quadrinhos japoneses, encontrando-se como protagonista e herói de sua própria história.

Criando Monstros. Professor: Diego Gurgel.
Esta oficina tem como proposta a criação de personagens, por meio de figuras geométricas básicas (círculo, quadrado e triângulo), construindo toda uma narrativa visual dos personagens.

Horários

Dia: 30/05, quarta-feira
09h: Criando monstros
10h: Chibi Mangá
14h: Criando Monstros
16h: Chibi Mangá
17h: Criando Monstros
18h: Chibi Mangá

Dia: 31/05, quinta-feira
10h: Chibi Mangá
11h: Criando Monstros
12h: Chibi Mangá
13h: Criando Monstros
14h: Chibi Mangá
15h: Criando Monstros
16h: Chibi Mangá
17h: Criando Monstros
18h: Chibi Mangá

Dia: 1º/06, sexta-feira
10h: Chibi Mangá
11h: Criando Monstros
12h: Chibi Mangá
13h: Criando Monstros
14h: Chibi Mangá
15h: Criando Monstros
16h: Chibi Mangá
17h: Criando Monstros
18h: Chibi Mangá

Dia: 2/06, sábado
10h: Chibi Mangá
11h: Criando Monstros
12h: Chibi Mangá
13h: Criando Monstros
14h: Chibi Mangá
15h: Criando Monstros
16h: Chibi Mangá
17h: Criando Monstros
18h: Chibi Mangá

Dia: 3/06, domingo
10h: Chibi Mangá
11h: Criando Monstros
12h: Chibi Mangá
13h: Criando Monstros
14h: Chibi Mangá
15h: Criando Monstros
16h: Chibi Mangá
17h: Criando Monstros
18h: Chibi Mangá

CRJ – Centro de Referência da Juventude (Rua Guaicurus, 50. Centro)

 Rodada de Negócios*
Atividade realizada com o apoio do Sebrae, exclusiva para quadrinistas inscritos e selecionados pela organização do FIQ-BH.

Editoras participantes
Balão Editorial
Draco
Lote 42
Marsupial
Miguilim
Mino
Pipoca e Nanquim
Veneta
Zarabatana Books

Oficinas de formação*

*Essas oficinas tiveram inscrições prévias pelo site do evento

Pintando quadrinhos com aquarela. Professor: Laz Muniz
A aplicação e uso das técnicas da pintura em aquarela nas páginas de quadrinhos.

Dia 1º/06, às 16h
Dia 2/06, às 16h

Criação de personagens. Professora: Rebeca Prado
A oficina visa passar uma noção básica de criação de personagens através de arquétipos funcionais e psicológicos, aplicando-os na jornada do herói.

Dia 31/05, às 18h
Dia 2/06, às 18h

Transformando quadrinhos em jogos. Professor: João Victor de Oliveira Rodrigues
A oficina pretende, através da análise e decupagem de uma obra em quadrinho, evidenciar as semelhanças entre estas duas formas de se contar uma história, assim como demonstrar quais são e como identificar os elementos em comum entre um jogo e uma história em quadrinhos.

Dia 1º/06, às 18h
Dia 3/06, às 16h

Pavilhão Douglas Quinta Reis (Serraria Souza Pinto)

Mesas de Artistas

1 – André Bernardino e Vitor Flynn

2 – Thiago Egg e Ricardo J Souza

3 – Cadu França e Joanna Maciel

4 – Mayara Lista e Paula Cruz

5 – Rafael Torres e Ratosssan

6 – Jonnhy Jota e Shizu

7 – Bella e Cecilia

8 – Nilson Gomes e Cris Costa

9 – Júlia Oliveira e Pedro Fama

10 – Faw Carvalho e Amma

11 – Renata F. Haddad e Alessandra Lacerda

12 – Órion e Lica

13 – Hugo Freitas

14 – Escape HQ

15 – Gustavo Lambreta e Bruno Ortiz Brunelli

16 – Carol Cunha e Nanako Nagase

17 – Luiz Rosa e Matheus HQD

18 – Alexandre Silva e Marcos Venceslau

19 – Letícia Pusti e Camila Mendes Padilha

20 – Emmanuel Merlotti

21 – Klewerton Bortoli e João Vitor Palermo

22 – Otoniel Oliveira e Ty Silva

23 – Manu Cunhas

24 – Julhelena

25 – Rebeca Prado e Bruno Seelig

26 – Carol Rossetti e André Dekinha

27 – João Belo e Gabriel Nascimento

28 – Alexandre Tso e Vivian Arouck

29 – Compendium Studios

30 – Melhores do Mundo

31 – Rafael Lam

32 – Mariana Petrovana (YoukO) e Gabriela Santo (Kohai)

33 – Paulo Corrêa e Welberson Lopes

34 – Lucas Franci e Gleisson José dos Santos Cipriano

35 – Bruno Soares e Vinícius Posteraro

36 – Daniel Batista e Pedro Vó

37 – Gustavo Ravaglio e Daniel Silva Lopes

38 – Quadrinhópole

39 – Omamori Studio

40 – Tartofrese

41 – Zé Carlos e Alexandre Martins

42 – House 137 Studio

43 – Hiro Kawahara e Joel Lobo

44 – Paulo Mazzoco e Carina Ribeiro

45 – Thiago Souto

46 – Tiago Pinheiro e Leone Damião

47 – Julius ArtStudio

48 – Fabio Guimarães e Waldir Costa Junior

49 – Kris Zullo e Robson Moura

50 – Dharilya e Pedro Leonelli

51 – Ing Lee Val Armanelli

52 – J. V. Santos e André Machado

53 – Amanda Paschoal Miranda e Paula Puiupo

54 – Lovelove6

55 – Lucas Gehre

56 – Adriano Panda e Yuri Amaral

57 – Lucas Pereira e Majory Yokomizo

58 – Juliana Loyola

59 – Gabriel G. Sampaio e Isaac Tiago

60 – Anderson B.

61 – Senhoritas de Patins

62 – Fernando Ribeiro e Gabriel Pasin

63 – Germana Viana e Carol Pimentel

64 – Sombras do Recife / Loucas Historinhas

65 – Selo Reverso

66 – Julio Almeida

67 – Guilherme de Sousa e Marvin Rodriguez

68 – Glande – Manual do Fracasso

69 – Rodrigo de Freitas e Gabriel Arrais

70 – Bruno Moraes e Fred Cassar

71 – Heitor Pinheiro da Costa e Henrique Peixoto Shumann

72 – Hendric Sueitt e Débora Kamogawa

73 – Alamo Comics

74 – Hiram Miller e Thiago!

75 – B.J Fogueteiro

76 – Diego Esteves

77 – Rayanne Vieira e Paula Nogueira

78 – Hung Yi Li

79 – Marcel Bartholo e Ikarow

80 – Laudo Ferreira

81 – Marcatti

82 – Luciano Salles

83 – Camilo Solano e Larissa Martines

84 – André Turtelli Poles e Renato Quirino

86 – Aline Lemos e Laura Athayde

87 – Valdo Alves e Lucy-Chan

88 – Dudu Torres e Rainer Petter

89 – Romaria

90 – Alessio Esteves e Lobo Loss

91 – Lucas Oda e Mario Cau

92 – Daniel Sousa

93 – Leander Moura e Cristal Moura

94 – Jamal Singh e Wendell Cavalcanti

95 – Jadson Silva e Renato de Medeiros Jota

96 – Keiko Kawati e Breno Macedo Cavalcanti Lima

97 – Rapha Pinheiro

98 – Denis Mello

99 – Klebs Junior

100 – Gustavo Borges

101 – The Few and Cursed

102 – Sergio Saleiro e Bruno Wolf

103 – Felipe Assumpção e Lucas Libanio

104 – Ricardo Tokumoto e Raphael Salimena

105 – Claud Almeida e Laz Muniz

106 – Virginia Froes e Alexandre Cardoso

107 – Coletivo Quadrinhos do Mundo

108 – Mylle Silva e Michel Ramalho

109 – Alice Monstrinho e Gabriela Birchal

110 – 2Minds

111 – Gio Guimarães

112 – Diogo Torres

113 – Blue Heart

114 – Raquel Segal (Aquele Eita) e Christo Silveira

115 – Carlos Ruas

116 – Eder Santos e Kadi Silva

117 – Anderson Awvas e Valu Vasconcelos

118 – Estevão Ribeiro e Ana Cristina Rodrigues

119 – Hugo Canuto e Marcello Fontana

121 – Duane Henrique e Larissa Clementoni

122 – Danilo Aroeira e Marcelo Alves da Silva

123 – Aline Zouvi e Lalo

124 – Smee e o Risco

125 – Daniel Esteves e Alex Rodrigues da Silva

126 – Cadu Simões

127 – Ede Galileu e Hugo Nanni

128 – J.R. Weingartner Jr. e Paulo Daniel

129 – Max Andrade e Felipe Dias

130 – João Mausson e Keto Pagano

131 – Cora Ottoni e Lila Cruz

132 – Pacha Urbano e Victor Emanuel Corrêa Lima de Moura

133 – Aline Zouvi e Lalo

134 – Alex Sander e Renan Laviola

136 – Paulo Kielwagen e Herbert Berbert

137 – Rafael Marçal e Wesley Samp

138 – Fabio Coala e Eric Peleias

139 – Will Leite e Pedro Leite

140 – Fernanda Nia e Má Matiazi

141 – Gota de Areia

142 – Sam Hart e Ricardo Sousa

143 – Digo Freitas e Vinícius Gressana

144 – Chairim Arrais e Mary Cagnin

145 – Alex Mir e Eliane Bonadio

146 – Eduardo Calazans e Márcio Rocha Lopes de Sousa

147 – Bruno Bigh

148 – Ligia Zanella

149 – Carlos Jenisch e Tietbo

150 – Luciano Félix e Rafael Cavalcanti

151 – Roger Vieira e Érika Ferreira

152 – Rafael Algures e Frank Tartarus

153 – Annima de Mattos e Renata Rinaldi

154 – Dika Araújo e Daniel Porto

155 – Lita Hayata e Jujuqui

156 – Roomies

157 – Cora Rufino e Joana Miranda

158 – Quadrilha

160 – Ruis Vargas

161 – Pedro Hutsch Balboni e Guilherme Bandeira

162 – Simone Beatriz e Sylvia Feer

163 – Thomas Destro e Gustavo Micheski

164 – Tiago Holsi e Márcio Jr.

165 – Verduro o inacreditável

166 – Gildati Jr.

167 – La Cruz e Jão de Merda

168 – Santtos – Chris Tex

169 – Carrapato Estrela

170 – Borrão de Nanquim

171 – DROOM – Contos Oníricos

172 – Cia Trampos e Barrancos

173 – Lucas Ramon, Marcos Vinicius, Ronaldo Felipe e Osmar de Carvalho Rocha

174 – Marcio Abreu

175 – Felipe André

176 – Eduardo Ferrara e Marcelo Castro

177 – Mônica Stein e Maielle Ramos da Silva

178 – Seca de Nanquim

179 – João Rabello e Raquel Vitorelo

180 – Alex Magnos e Raphael Duarte

181 – Thiago Spyked e Bárbara Linhares da Cunha Takahashi

183 – Alexandre Beck

184 – Vitor Cafaggi

185 – Cristina Eiko e Paulo Crumbim

186 – Bianca Pinheiro e Greg Stella

187 – Yoshi Itice e Alexandre S. Lourenço

188 – Matheus Viana

189 – Thales Gaspari e Wilson Kohama

190 – João Godoi e Kainã Lacerda

191 – Web Head Comics

192 – Felipe Portugal e Diego Sanchez Más Saint Martin

193 – Felipe Nunes e Jessica Groke

194 – Felipe Fox e Quésia Guilherme Brilhante

195 – Giorgio Galli, Abc, Tito Camello​

196 – QuepeComics

197 – Samantha Floor e Felipe 5 Horas

198 – Abel

199 – Fábio Turbay e Claudia Gomes da Cunha

200 – Cyn Gomes

201 – Leo D. Andrade

202 – Guilherme Infante

203 – Dorinha meu amor

204 – Andréa Sobolive e Akira Sanoki

205 – Henrique Moonstar e Paulo Bruno

206 – Gil & Kim, os Bem Casados

207 – Rafael Antonio Rodrigues e Daniela Soares Mendes

208 – David Lee e Rod San

209 – Ursa Maior Comics

210 – Bruno Bispo e Victor Fernandes Freundt de Castro

211 – Osvaldo Reis

212 – Editora Incompleta

213 – Lelis

214 – Jean Diaz e Paulo Borges

215 – Ariel Morais da Cunha e Amanda Godoi Barros

216 – Ian Dimas e Lucas Romualdo Fernandes de Sá

217 – Paulo Márcio Esper e Cris Gadelha

Estandes

1 – Casa da Revista

2 – Shockdom

4 – Editora Draco

6 – Lê Quadrinhos

7 – Lote 42

8 – Estúdio Black Ink

9 – Quadrinhos do Amazonas

10/11 – Taverna do Rei

12 – Deuses e Monstros

14 – DERWENT

15 – Nemo

16 – Jambô Editora

17 – Casa dos Quadrinhos

18 – Editora Mino

19 – Editora Miguilim

20 – Leitura Cidade

21 – Comix

22 – Mocho Artes

Exposições

“Traçado na memória”
Na exposição traz o trabalho de 15 quadrinistas de Belo Horizonte e região metropolitana, que retrataram 15 diferentes patrimônios da cidade. Nessas 15 histórias, os traços, desenhos, cores, narrativa, não refletem apenas a arquitetura, o cenário, os personagens são traços da memória, que recuperam vivências, reavivam experiências, mostrando que essas relações afetivas que temos com os lugares onde vivemos é que faz a cidade nos pertencer.

“Nilson – Humor, amor e combate”
Nilson tem história nos quadrinhos e no cartum do Brasil. Ele estreou em 1967, aos 19 anos, no Jornal dos Sports do Rio, e daí em diante engrenou em uma prolífica, engajada e apaixonada carreira, tornando-se um dos mais respeitados artistas gráficos de Minas Gerais.
Dentre suas principais criações, estão a tira “A caravela”, uma minuciosa narrativa sobre as navegações portuguesas rumo ao Brasil, e os quadrinhos do Negrim do Pastoreio, uma lúdica e nostálgica visita à infância no interior de nosso país. Como cartunista e chargista, Nilson passou pelos jornais, Pasquim, Folha de São Paulo, Jornal do Brasil e Estado de Minas, dentre outros. Hoje, dedica-se ao cartum sindical, parte indelével de sua combativa carreira. Esta exposição dedica-se a homenagear esse brilhante cartunista, pouco conhecido entre as novas gerações, mas cujo trabalho mostra-se sempre contundente e original.

“Érica Awano”
Exposição dos trabalhos da homenageada do FIQ 2018, a quadrinista paulista Érica Awano. Formada em Letras e Literatura pela USP, Érica Awano começou a trabalhar profissionalmente com a minissérie em quadrinhos “Street Fighter Zero 3”, escrita por Marcelo Cassaro, parceria que se repetiu na premiada série “Holy Avenger”, título que durou 42 edições – na época, considerado o quadrinho nacional mais longevo para público adolescente – e “DBride”, publicada originalmente dentro da revista Dragon Slayer. As duas histórias são ambientadas em um cenário de jogo de RPG (Role Playing Game) chamado “Tormenta”, título para o qual a desenhista vem atuando também como ilustradora, tanto em capas como na criação visual de vários personagens e cenários.

A quadrinista trabalhou para o mercado estadunidense e europeu em títulos como “Warcraft Legends”, série de mangá ambientado no famoso jogo “World of Warcraft” e “The Complete Alice in Wonderland”, roteirizada por Leah Moore e John Reppion, colorida por PC Siqueira. Em 2006, participa do álbum em comemoração aos 25 anos de O Menino Maluquinho de Ziraldo; em 2009, do álbum “MSP 50” em homenagem aos 50 anos de carreira de Mauricio de Sousa, onde escreveu e desenhou uma história do Chico Bento; em 2016, “Memórias do Maurício”, ilustrando o relato do encontro e amizade com Osamu Tezuka, considerado por muitos como o pai do mangá moderno. O trabalho mais recente no mercado brasileiro data de 2017 na série “GGWP” produzida pela Riot Games do Brasil, baseada em relatos de jogadores em partidas de “League of Legends”.

Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10, Funcionários)

Exposição “Inarredáveis! Mulheres Quadrinistas”

Integrante da programação do FIQ, a exposição “Inarredáveis! Mulheres Quadrinistas” será exibida na Casa Fiat de Cultura. Os painéis vão destacar um recorte da produção de 12 mulheres quadrinistas em Belo Horizonte. Assim, obras e parte do processo de criação das artistas vão ocupar o espaço expositivo. Ao acolher a diversidade e a subjetividade das autoras, o fazer artístico de cada uma torna-se o norte que guia a experiência do visitante. “Inarredáveis!” vai prolongar a experiência do FIQ-BH com o público ao oferecer um período de visitação diferenciado. São mais de 80 obras de 12 artistas belorizontinas: Aline Lemos, Ana Cardoso, Bianca Reis, Carol Rossetti, Chantal, Ina Gouveia, Julhelena, Laura Athayde, Lu Cafaggi, Rebeca Prado, Sophie Silva e Virgínia Fróes. A mostra traz à luz o trabalho feminino no cenário mineiro da produção de quadrinhos. No dia 22, às 19h30, as 12 quadrinistas farão uma performance conjunta, desenhando em uma das paredes da galeria. Além disso, o Programa Educativo da Casa Fiat de Cultura preparou duas atividades inspiradas na exposição: o Ateliê Aberto de Flipbook e o Ateliê Aberto de Narrativas Visuais e HQ.

De 22 de maio a 29 de julho

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. Informações: (31) 3289-8900

MIS Cine Santa Tereza. Rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza

Mostra FIQ de Cinema

Dia: 30/05, quarta-feira
19h30: Heavy Metal – Universo em Fantasia (Heavy Metal | Gerald Potterton (e outros) | Canadá / EUA | 1981 | Aventura | 90 min | Legendado). Classificação indicativa: 18 anos.

Dia 31/05, quinta-feira
17h: Steamboy (Suchîmubôi | Katsuhiro Ôtomo | Japão | 2004 | Aventura | 126 min | Legendado). Classificação indicativa: 14 anos.

19h30: Metrópolis (Metoroporisu | Rintaro | Japão | 2001 | Ficção Científica | 90 min | Legendado). Classificação indicativa: 14 anos.

Dia 1º/06, sexta-feira
17h: Aya (Aya de Yopougon | Marguerite Abouet / Clément Oubrerie | França | 2011 | Ficção | 84 min | Legendado). Classificação indicativa: 12 anos.

19h: Paprika (Papurika | Satoshi Kon | Japão | 2006 | Ficção Científica | 90 min | Legendado)
Classificação indicativa: 12 anos.

Dia 2/06, sábado
17h: Lilo & Stitch
(Dean DeBlois / Chris Sanders | EUA | 2001 | Aventura | 85 min | Dublado)
Classificação indicativa: livre.

19h: Abril e o Mundo Extraordinário (Avril et le Monde Truqué | Christian Desmares / Franck Ekinci | Bélgica / Canadá / França | 2015 | Aventura | 90 min | Legendado). Classificação indicativa: Livre

Dia: 3/06, domingo
17h: Tokyo Godfathers
(Tōkyō Goddofāzāzu | Satoshi Kon | Japão | 2004 | Drama | 91 min | Legendado). Classificação indicativa: 16 anos.

19h: Tekkonkinkreet (Michael Arias | 2006 | Japão | Fantasia | 111 min | Legendado)
Classificação indicativa: 16 anos.

SERVIÇO

10º Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte (FIQ-BH)
Quando: 30 de maio a 3 de junho de 2018
– 30/05 a 1º/06, das 9h às 21h
– 02 e 03/06, das 10h às 21h
Local: Serraria Souza Pinto (Avenida Assis Chateaubriand, 809 – Centro)
Correalização: Instituto Periférico e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte – Secretaria Municipal de Cultura de BH I Fundação Municipal de Cultura de BH
Patrocínios: Oi e Cemig I Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais
ENTRADA GRATUITA

*informações via assessoria do FIQ.


Para quem quiser saber mais:
Sobre o FIQ: http://www.fiq.pbh.gov.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s